Desligue máquinas ociosas com o AWS Instance Scheduler

Desligue máquinas ociosas com o AWS Instance Scheduler

Aprenda como usar essa estratégia para economizar ainda mais na sua nuvem!

Para garantir sua aplicação funcionando, a menos que você esteja utilizando soluções serverless, é preciso manter as instâncias do ambiente de produção ligadas todo o tempo. Seu site, por exemplo, pode ser acessado a qualquer momento. Por isso, sua infraestrutura precisa ser resiliente e facilmente escalável. Mas e aquelas máquinas usadas só para ambientes de desenvolvimento, testes e homologação?

Normalmente, essas instâncias são mantidas em funcionamento o dia todo, assim como as do ambiente de produção. Mas a verdade é que elas são necessárias apenas durante o período de trabalho do time técnico. O simples desligamento dessas máquinas durante períodos ociosos pode ser uma excelente maneira de economizar na sua nuvem. Veja:

Em uma semana inteira sem interrupções, suas instâncias consomem 168 horas totais. Por outro lado, mantendo as máquinas ligadas apenas nos dias úteis, das 7h da manhã às 21h, por exemplo, esse número cai para 70 horas. Isso quer dizer que com essa simples tarefa sua empresa pode economizar mais de 60% com esses recursos!

 

O último que sair desliga as máquinas?

Quanto maior a infraestrutura da empresa, maior será a dificuldade de fazer o desligamento manual de recursos. Até por esse motivo, muitas empresas deixam de adotar essa prática e acabam pagando por mais do que realmente precisam.

Pensando nisso, a AWS criou uma solução chamado Instance Scheduler, que permite o desligamento automático de instâncias. Com ele, você define o momento de suspensão das atividades através de tags e o resto fica por conta da própria AWS. Muito mais fácil, né?

 

Como usar o Instance Scheduler

Essa solução não é um produto ou serviço pronto, mas sim uma arquitetura que utiliza diversos serviços da AWS que você pode construir facilmente em sua conta através do CloudFormation.

 

Esse template irá criar um evento do CloudWatch que será disparado em um intervalo configurado por você. Esse evento por sua vez invocará uma função Lambda que verificará cada instância EC2 ou RDS que tiverem com as tags necessárias e decidirá, de acordo com suas regras, armazenadas em uma tabela do DynamoDB, se tomará ou não alguma ação, as ligando ou desligando.

No vídeo a seguir, mostramos toda a criação e configuração dessa arquitetura. Acompanhe o passo a passo:

Para saber mais sobre esse serviço, acesse a documentação oficial da AWS.

 

Como podemos te ajudar

Para entender melhor o uso e o custo suas instâncias EC2 e RDS, você pode contar com nosso produto de exploração de dados. Nele, é possível gerar e customizar gráficos que relacionam esses dois aspectos e te ajudam a tomar a melhor decisão de economia em sua nuvem.

Com o Explore, você consegue visualizar facilmente o uso de suas instâncias

 

É possível também gerar relatórios personalizados e enviá-los automaticamente para sua equipe financeira, o que traz mais transparência e contribui para a economia com recursos de nuvem.

Na seção de Reports, é possível relacionar cada uma de suas instâncias ao seu custo atual

 

Além disso, com o Optimize, você conta com a verificação diária de mais de 60 itens de custo, uso e performance, entre eles o de Uso de instâncias em período integral.

Você ainda pode customizar estes insights, para garantir que o gerenciamento de recursos atenda às necessidades de sua própria infraestrutura.

 

Gostou da dica?

Com a CleanCloud, você descobre exatamente o que fazer para melhorar a performance e a segurança de sua infraestrutura, além de reduzir muito seus gastos com o provedor.

Conte com a gente para aproveitar ao máximo sua nuvem!

 

Leia também: Dados expostos no S3: como prevenir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *