Skip to main content

Outro vazamento?

Conforme notícia da The Hack, foram expostos mais de 2,3 milhões de registros sensíveis, dentre eles informações pessoais de funcionários da rede McDonald’s Brasil. 

A falha ocorreu na nuvem de um terceiro que usava Elasticsearch, ferramenta para buscas de código aberto que trata grandes quantidades de dados, desprotegido e com livre acesso à usuários não-autenticados. 

Ainda que o vazamento tenha ocorrido em um ambiente no Google Cloud, este serviço também é disponível na Microsoft Azure e Amazon Web Services.

Merece destaque que o vazamento ocorreu na nuvem de um terceiro, que operava dados sensíveis da dona do Big Mac. E também vale contar que se a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) já estivesse em vigor isso não reduziria a multa, que viria com valores não tão amigáveis. 

Com entrevista com a Cleancloud!

Na reportagem o The Hack citou nosso CEO Henrique Vaz: “O ambiente (em nuvem) está mudando de forma constante e o profissional está focado nas novas soluções, sem tempo de parar e olhar para trás”. De fato a realidade é esta, os profissionais não conseguem revisitar configurações para evitar vazamentos.

Falando em nuvem…

Apostar no mercado de infraestrutura em nuvem está cada vez mais complicado com o domínio das gigantes AWS, Microsoft Azure e Google Cloud. 

A jornada da Oracle é um exemplo disso. A empresa conquistou tão pouco espaço que em menos de 2 anos desistiu da competição e optou por jogar com seus pontos fortes: banco de dados e aplicativos. 

Para isso a Oracle adotou parcerias com a Microsoft e as fabricantes de softwares VMware e Box para disponibilizar uma versão de serviço nuvem gratuita para incentivar desenvolvedores e estudantes a criar aplicativos para sua plataforma.

Em vez de competir com lideranças globais olhou para uma dor do mercado e estabeleceu a meta de se tornar a número 1 em aplicativos de nuvem. 

Foi visitar a Cleancloud?

Nos dias 16 e 17 de outubro aconteceu um dos eventos de tecnologia mais esperados do ano o IT Forum X com mais de 300 palestrantes e 8.000 participantes. 

E claro que a CleanCloud não ficou de fora! Fomos lá para apresentar o Inspect, plataforma de gerenciamento e otimização de custos para nuvem AWS e Azure, e o Score, produto de compliance, com verificações para GDPR, LGPD e Bacen 4.658, em nuvem AWS. 

Close Menu